Pular para o conteúdo

Redmi Note 12 pode ser o futuro melhor intermediário

Compartilhe esta notícia:

O mercado internacional e nos últimos anos também o brasileiro, tem muitas opções de smartphones com custo-benefício muito bom. Desde a popularização da Xiaomi por aqui, em meados de 2015, os aparelhos da marca sempre estiveram entre os melhores dos intermediários e a expectativa pelo Redmi Note 12 é grande entre os usuários. Dois novos modelos da Xiaomi obtiveram licença de acesso à rede com números de modelo 22041216UC e 22041216C, existe muita chance de serem aparelhos da série Note 12.

Redmi Note 11 Pro

Lu Weibing, gerente geral da Redmi, confirmou que a série Redmi Note será atualizado à cada seis meses e o foco são aparelhos econômicos e com desempenho acima da média dos concorrentes diretos. Isso é claro, não evita que os concorrentes façam a mesma estratégia, porém os Note da Redmi tem uma ótima reputação e logo que tem lançamento, os clientes procuram pelo aparelho.

O Note 11, que é focado na experiência do usuário, foi lançado globalmente no começo desse ano e ainda é novidade aqui no Brasil. Já o Redmi Note 12 será focado no desempenho, visto que atualmente existem muitos aplicativos e jogos pesados para o mundo mobile e os usuários padrão, são bem exigentes quanto à travamentos e qualidade da tela.

Anteriormente, Lu Weibing, gerente geral da marca Redmi, confirmou que a série Redmi Note será atualizada a cada seis meses. Inclui smartphones econômicos que geralmente não têm iguais no mercado. É claro que outros grandes fornecedores de smartphones executam uma estratégia semelhante e oferecem seus próprios smartphones econômicos. Mas a linha Note da Redmi tem uma longa história. Portanto, é mais fácil para essa marca atrair clientes.

Provável processador da linha Redmi Note 12

O próximo processador da linha Redmi Note 12 será um MediaTek. As maiores chances é de que será o MediaTek Dimensity 1300 ou o MediaTek Dimensity 8000. O Dimensity 1300 usa o porcesso de 6 nm da TSMC. É um chip octa-core com quatro núcleos Cortex-A78, sendo que um destes é um super núcleo de 3,0 GHz. Possui quatro núcleos Cortex-A55 de 2,0 GHz e uma placa gráfica ARM Mali-G77 MC9.

Já o Dimensity 8000, é como uma versão com frequência reduzida do Dimensity 8100. Ele usa processo de 5 nm da TSMC e possui quatro núcleos grandes Cortex-A78 e quatro núcleos pequenos Cortex-A55 de 2,85 GHz.

O aparelho, por ser focado em desempenho, certamente terá uma bateria poderosa. As apostas é que o Redmi Note 12 seja um destaque entre os intermediários globalmente e que será apresentado nas próximas semanas. Já o lançamento, inicialmente para o mercado chinês, deverá acontecer à partir de maio.


Compartilhe esta notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *