Pular para o conteúdo

Descoberto Super Planeta com condição de vida parecida com a Terra

Compartilhe:

Planeta maior que a Terra e com oceanos maiores e mais profundos foi descoberto pela NASA. Ele orbita dois sóis e tem condição de vida parecida com a do nosso planeta.

Batizado de TOI-1452b, esse super planeta foi descoberto por astrônomos em uma pesquisa que explora condições fora do sistema solar. O super planeta, batizado de , encontra-se na constelação de Dragão. Ele é 70% maior que a Terra e está a 100 mil anos-luz de distância da gente. Segundo os dados analisados, ele está em uma região habitável, com temperatura adequada à vida e com água abundante em estado líquido.

Exoplaneta TOI-1452b
Representação da Terra ao lado do TOI-1452b

A Super Terra, como foi apelidado, foi visto pela primeira vez há dois anos, pelo telescópio TESS. Sua superfície tem oceanos gigantescos, e entre sua composição (não apenas superfície) ele tem entre 10% e 25% de água.

Ele orbita em torno de uma estrela anã, que é quatro vezes menor que ele próprio. Um ano da Super Terra dura apenas 11 dias, pois esse é o tempo que o movimento de revolução (conhecido como translação) leva para ser completado em torno de sua estrela.

Condições de vida na Super Terra TOI-1452b

Um dos principais requisitos para a condição conhecida de vida é a água, e isso esse exoplaneta recém descoberto parece ter de sobra. A análise dos dados iniciais dão a entender que cerca de 30% da massa total dele é de oceanos. Em comparação, a quantidade de água oceânica que temos na Terra, não chega a 1% da massa total.

Essa proporção é comparável às luas aquosas em nosso sistema solar, Ganimedes e Calisto, de Júpiter, ou Titã e Encélado, de Saturno, que se acredita esconderem oceanos profundos sob conchas de gelo“, segundo a NASA.

Astrônomos da NASA que irão continuar em pesquisa, vão buscar dados mais dados para provar a existência de água no TOI-1452b. Em relação ao assunto, René Doyon, astrofísico da Universidade de Montreal, disse que muitas teorias sobre a vida originou no fundo de oceanos.

Devido a relevância de TOI-1452b quanto a existência de vida, o super telescópio James Webb deverá ser usado em breve para exploração dele. Com isso, poderemos ter dados concretos quanto a abundância de água, áreas rochosas atmosfera e etc.


Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *