Pular para o conteúdo

Europeias Ericsson e Nokia tem futuro sombrio com base nos resultados de 2022

Compartilhe:

As duas maiores empresas de celulares e telecomunicações da Europa tem futuro cheio de desafios, sendo que a Ericsson passa mais dificuldades

Os lucros da Ericsson e da Nokia, que são as maiores empresas de celulares e fabricantes de equipamentos de telecomunicação da Europa, diminuem muito em meio a crise local e perspectiva de queda na indústria na maioria dos países da região. O resultado de ambas as fabricantes, ficou abaixo da expectativa para o terceiro trimestre de 2022, o que refletiu no valor das ações de ambas as empresas.

A Ericsson, que é uma empresa sueca, viu suas ações perderem 14% do valor no mercado já na manhã desta quinta-feira, dia 20/10/22. A Nokia, que é finlandesa, viu queda de 5% do valor de suas ações no mesmo período, e junto a isso, investidores estão pressionando a empresa por conta de atrasos na assinatura de novas patentes e acordos de licenciamento com grupos de telecomunicação.

A Ericsson passa por um momento delicado e seus resultados são decepcionantes, segundo especialistas da área de negócio, como Esbjörn Lundevall, estrategista-chefe de ações do banco sueco SEB. O lucro da Ericsson no terceiro trimestre teve queda de 19% em comparação com o mesmo período de 2021, indo para 654 milhões de euros (cerca de 3,3 bilhões de reais na cotação de hoje, 20/10/22). A expectativa dos analistas era de 771 milhões de euros, segundo o Bloomberg.


Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *