Pular para o conteúdo

Dois grandes sites piratas de anime são fechados no Brasil

Compartilhe:

A polícia fechou dois dos maiores sites de streaming e downloads piratas de anime do Brasil. A operação teve nome de “Operação Animes” e foi comandada pela Secretaria Nacional de Segurança (Senasp), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP).

Samurai-X

Para complementar o combate à pirataria de animes, a polícia realizou mandados de justiça com busca e apreensão e remoção de conteúdos de redes sociais e também dos sites de busca. A operação teve início dia 8 de fevereiro e seguiu até o momento. Entre os principais responsáveis pela disseminação do conteúdo pirata de anime está um universitário de 22 anos, residente de Arapiraca (AL). Foram apreendidos celulares e computadores do jovem.

“Para isso, contamos com a participação de um perito que veio do Estado de São Paulo para auxiliar na busca”, explicou o delegado responsável pelas apreensões. A Operação Animes faz parte da Operação 404, que iniciou em 2019 e tem foco na remoção de conteúdos piratas da internet. A remoção de conteúdos relacionados aos animes piratas contou com apoio da Content Overseas Distribuition Association (CODA), do Japão. Essa assiciação tem parcipação de diversas entidades donas de direitos autorais de animes e outros conteúdos japoneses.

Os sites alvos da Operação Animes não foram publicados pela MJSP, porém o site BetterAnime.net foi apontado por fãs de animes nas redes sociais como um deles. Ao acessar o site, nos deparamos com uma mensagem de fechamento do portal por motivos de direitos autorais.

“Por motivos de direitos autorais, o site BetterAnime foi encerrado. Foi boa caminhada e cheia de aprendizagem, mas chegou a hora de encerrar o projeto.

Obrigado a todos que nos apoiaram durante este tempo.”

O administrador do portal completa com “Não fui preso, mas fui notificado com DMCA que o caso poderia escalar se o site continuasse.”.

betteranime site de anime pirata fechado
Mensagem deixado por administrador do site Betteranime.net

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *