Pular para o conteúdo

Elon Musk demite mais funcionários do Twitter para deixar a empresa como deseja

Compartilhe:

Hoje, 21 de novembro, foi divulgado que mais funcionários do Twitter foram demitidos. A área afetada dessa vez é a de vendas. Segundo o Bloomber, Elon Musk está demitindo funcionários de áreas menos afetadas nas demissões anteriores, para poder equilibrar as equipes.

Elon Musk demite no Twitter

Elon Musk iniciou uma avaliação de equipes semana passada, onde demitiu Robin Wheeler, chefe de vendas de anúncios e Maggie McLean Suniewick, vice-presidente de parcerias do Twitter. O motivo dessas duas demissões é que eles não concordavam com mais demissões no momento. A quantidade de demissões de hoje não foi divulgada.

A saída de trabalhadores do Twitter está recorrente, seja por demissão ou por vontade própria. Semana passada Elon Musk perguntou aos funcionários remanescentes via formulário por e-mail, se eles aceitavam um estilo hardcore de trabalho, caso não, teriam que sair.

Como resposta ao formulário, muitos funcionários importantes do Twitter saíram da empresa. Algumas equipes ficaram mínimas e outras praticamente ficaram vazias. Desde que Elon Musk se tornou dono do Twitter, quase metade dos funcionários já não trabalham mais na empresa, que antes totalizavam 7500 pessoas.

Elon Musk tem um estilo próprio e que alcançou muito sucesso em suas outras empresas de destaque, que são a SpaceX e a Tesla. Ele já disse anteriormente a funcionários do Twitter que os funcionários da SpaceX que ficam em escritório, tem estilo hardcore de trabalhar, e por isso que tudo por lá deu certo. Essa foi uma forma de motivar os funcionários de sua nova empresa a implementarem esse estilo de trabalho, com jornadas mais longas e nas palavras de Musk, comprometidas ao crescimento da empresa.


Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *