Pular para o conteúdo

Snapchat lança controles dos pais de adolescentes para conteúdo sensível ou sugestivo

Compartilhe:

Os controles dos pais foram lançados em 2022 pelo Snapchat e são acessados no item Family Center (Central da Família). Dentro disso, hoje foi lançada nova opção de filtragem que inclui bloqueio de conteúdos sensíveis ou sugestivos para que não sejam acessados por adolescentes.

Snapchat logo

A ativação desses novos filtros podem ser feitas pelos pais com a ativação do filtro “Restringir conteúdo sensível”, no Family Center do aplicativo. Após ativado, os conteúdos sensíveis ou sugestivos serão bloqueados nos Stories e Holofote. Já os conteúdos acessados pelo chat, snaps ou pesquisa, como no Discover, não serão bloqueados.

Ao mesmo tempo que esse novo bloqueio de conteúdo foi lançado, a equipe do Snapchat publicou suas diretrizes de conteúdo. Essas diretrizes auxiliam os criadores de Stories e Holofote a saberem qual tipo de conteúdo é recomendado e também o que pode ser considerado sensível ou sugestivo.

Conteúdos que divulgam extremismos, terrorismo, violência, atividades ilegais, informações falsas ou prejudiciais, assédio e outros já são proibidos no Snapchat. Agora a empresa especificou o que é considerado sensível, que é um conteúdo não proibido, porém que pode causar desconforto. Por esse motivo ele pode ser bloqueado no controle dos pais de adolescentes e também nos controles de privacidade para outras pessoas.

Como exemplo de conteúdo sensível está o conteúdo sexual. Segundo o Snapchat, as publicações com conteúdos sensíveis dessa categoria são as com representação de atividade sexual; linguagem explícita, onde atos sexuais são descritos; trabalhos sexuais; tabus; genitália; imagens sugestivas; conteúdo sexual degradante; brinquedos sexuais e mais. No caso das imagens, independentemente se elas são apresentadas por pessoas ou desenhos, com ou sem roupa, serão consideradas como conteúdo sensível.

A empresa informa que outras categorias populares também serão consideradas como conteúdo sensível. Entre essas estão itens que exploram o assédio, perturbação ou violência, informação falsa ou enganosa, ódio, terrorismo e outros, mesmo que encenados.

“Esperamos que essas novas ferramentas e diretrizes ajudem pais, cuidadores, adultos e adolescentes de confiança não apenas a personalizar sua experiência no Snapchat, mas também capacitá-los a ter conversas produtivas sobre suas experiências online”, informa a empresa via postagem no blog.

Acredito que essa forma de bloqueio seja positiva para evitar que os adolescentes não consumam conteúdo inadequado. Porém, mais do que isso, não podemos nos esquecer de conversar sempre com eles para alertar qual tipo de conteúdo é prejudicial na formação da personalidade.


Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *