Pular para o conteúdo

Projetos criam roupas que captam energia solar e energia estática para monitorar saúde, e no futuro, recarregar celular

Compartilhe:

A empresa finlandesa Planno já está em processo de fabricação de roupas feitas com tecidos que tem painéis solares embutidos. Liderada por Elina Ilén, professora no Departamento de Engenharia Têxtil e Papel da Universidade Politécnica da Catalunha e especialista em eletrônicos têxteis vestíveis.

painel solar na roupa
Painéis solares da Planno são colocados na parte interia da roupa

A empresa se concentra em roupas com sensores movidos a energia solar que são laváveis. Esses sensores podem monitorar a frequência cardíaca do usuário, postura, temperatura, qualidade de sono e mais dados sobre os aspectos de saúde. Segundo Ilén, “A espessura, a densidade, a estrutura, a cor e os tratamentos de acabamento do tecido terão um impacto na quantidade de potencial de captação de energia” , “Os wearables têxteis são uma das melhores soluções para o monitoramento contínuo da saúde porque a aceitação do produto é mais fácil de alcançar. Os pacientes já estão vestindo roupas, essa tecnologia pode ser escondida sob o tecido para garantir conforto e discrição”.

roupa que capta energia solar da Planno
Essa é a aparência de roupas criadas no projeto da Planno

Roupas que captam energia estática enquanto o usuário se movimenta

Pesquisadores da Universidade de Loughborough tem um projeto diferente para criarem tecidos que geram energia. Ao invés de usar sensores que captam energia solar, eles estão desenvolvendo um tecido que coleta eletricidade estática quando o usuário se movimenta. Para isso, são utilizados nanogeradores triboelétricos, chamado de tengs pelos profissionais da área, que são feitos de fibras de algodão, poliéster, nylon e outras, revestidas de um polímero que atrai energia estática. Os tengs são flexíveis e laváveis, por isso funcionam diretamente como tecidos ou podem ser anexados a roupas.

“Nosso grupo está investigando como podemos usar materiais têxteis regulares e técnicas de fabricação têxtil para produzir tengs eficientes para aplicações vestíveis”, diz o líder do projeto Ishara Dharmasena. “O objetivo é produzir tecidos geradores de energia, como camisetas, camadas de base e calças, muito semelhantes às nossas roupas comuns, mas capazes de gerar eletricidade ou atuar como sensores para medir os movimentos do corpo.”, completa.

O Dr. Dharmasena, que é pesquisador da Royal Academy os Engineering e palestrante em Loughborough, vai mais longe. Ele afirma que no futuro, os tengs poderão ser usados junto de roupas com painéis solares que utilizam sensores para criar roupas híbridas que geram energia.

Roupas com painéis solares que recarregam a bateria do celular?

É nisso que acredita Giovanni Fili, presidente da Exeger, empresa atuante no mercado de energia solar e que pesquisa demais fontes renováveis de energia. Ele afirma que as roupas e bolsas feitas de tecidos que captam energia solar poderão ser responsáveis por recarregar a bateria de celulares no futuro próximo. Isso porque, segundo ele, adicionar painéis solares diretamente aos celulares não iria gerar energia suficiente para o uso cotidiano, pois os aparelhos ficam no bolso quando estamos em contato com o sol.


Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *