Pular para o conteúdo

Twitter bane contas que compartilharam localização de Elon Musk

Compartilhe:

Vários jornalistas que acompanham a rotina de Elon Musk e até a rede social concorrente, Mastodon, tiveram as contas oficiais banidas no Twitter.

Twitter bane contas que compartilharam localização de Elon Musk

Entre os repórteres banidos da plataforma, estão Ryan Mac do The New York Times, Donie O’Sullivan da CNN, Drew Harwell do The Washington Post, Micah Lee do Intercept, Aaron do Mashable, e os jornalistas independentes Rupar e Tony Webster.

As coisas em comum entre todas as contas banidas é que em algum momento elas compartilharam localização de Elon Musk ou de seu jato particular. Sobre isso, a conta ElonJet, com informações exclusivas sobre o jato particular de Musk também foi banida.

Como justificativa de Musk, ele disse que as contas fizeram “evasão de proibição”. Após o banimento da conta ElonJet no Twitter, o dono do perfil criou o mesmo usuário no Facebook e na Mastodon.

O The Verge compartilhou que a chefe de confiança e segurança do Twitter, Ellan Irwin, informou que a política da empresa passou por uma atualização, onde é proibido compartilhar informações de localização ao vivo, seja diretamente no Twitter ou via links que levam até outras plataformas.

“Sem comentar sobre nenhuma conta específica, posso confirmar que suspenderemos todas as contas que violarem nossas políticas de privacidade e colocarem outros usuários em risco”, “Não abrimos exceções a esta política para jornalistas ou quaisquer outras contas.”, informou Ellan Irwin.

“Eles postaram minha localização exata em tempo real, basicamente coordenadas de assassinato, em (óbvia) violação direta dos termos de serviço do Twitter”, informou Elon Musk em publicação no Twitter.

Na quarta-feira dessa semana, Elon Musk fez um tweet informando que um perseguidor encontrou o carro de sua família durante o tráfego e que até subiu no capô, insinuando que suspeito conseguiu esse feito com localizações compartilhadas na internet.

“Ontem à noite, o carro que transportava lil X em LA foi seguido por um perseguidor maluco (pensando que era eu), que mais tarde bloqueou o movimento do carro e subiu no capô. Uma ação legal está sendo tomada contra Sweeney e organizações que apoiaram danos à minha família.”

Após isso, Elon Musk postou um vídeo do perseguidor e a placa de seu carro, perguntando se alguém reconhece a pessoa ou o carro dela:

Elon Musk criou uma enquete com votação aberta sobre o banimento das contas que compartilharam sua localização. As opções são para saber se o desbloqueio deve acontecer agora ou em 7 dias. No momento que esse texto é escrito, agora ganha com 58,6%.

A conta da rede social descentralizada Mastodon, como informado acima também teve seu perfil suspenso, além disso, não pode ter links internos compartilhados no Twitter no momento. Quando um usuário do Twitter tenta compartilhar algo da Mastodon, a mensagem “não podemos concluir esta solicitação porque este link foi identificado pelo Twitter ou por nossos parceiros como sendo potencialmente prejudicial” é exibida.

O banimento do perfil do Twitter e demais compartilhamentos de links da rede social Mastodon foi feito porque a nova conta ElonJet aberta nela compartilhou algumas localizações do jato de Elon Musk lá.


Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *