Pular para o conteúdo

Pássaros mortos são transformados em drones para espionar pessoas e natureza

Compartilhe esta notícia:

Cientistas mostraram como desenvolveram drones com corpos de pássaros empalhados no Fórum SciTech 2023 do Instituto Americano de Aeronáutica e Astronáutica, que aconteceu em janeiro.

pássaro drone Ornitóptero
Exemplo de pássaro drone (ornitóptero) apresentado.

“Em vez de usar materiais artificiais para construir drones, podemos usar os pássaros mortos e transformá-los em drones”, disse Mostafa Hassanalian, professor assistente de engenharia mecânica do Instituto de Mineração e Tecnologia do Novo México e principal pesquisador do projeto à revista New Scientist.

Esse tipo de drone foi batizado de ornitóptero e é desenvolvido conforme o voo dos pássaros. São utilizadas as asas, troncos e penas naturais dos pássaros para simular o voo que é impulsionado por hélices mecânicas. Foram divulgados dois pássaros utilizados nos testes de voo, onde um deles é um faisão.

partes do drone pássaro faisão
Partes do drone pássaro

Segundo os cientistas, projetar um ornitóptero é muito complexo e desafiador, porém o resultado “é muito prático para fins de pesquisa e pode manter a natureza intacta”. Segundo Mostafa Hassanalian, esses drones podem ser utilizados para vigilância de território, catalogar áreas desmatadas, serem usados em missões militares secretas e também para acompanhar sem muita intervenção a vida na natureza, principalmente os hábitos de pássaros.

Sobre o acompanhamento de pássaros selvagens, Hassanalian cita que é possível descobrir detalhes da migração de aves. Ele informa que aves migratórias podem economizar até 40% de energia em voos de formação, onde trocam de posição sistematicamente. Com isso, essas aves podem percorrer até 2000 mil quilômetros em apenas dois dias.

Com a utilização desses drones feitos com corpos de pássaros mortos, os pesquisadores poderão descobrir por exemplo as vantagens das técnicas de voo naturais. Essas técnicas poderão inclusive ser aplicadas em aeronaves, para aumentar a eficiência.

Sobre o acompanhamento de áreas desmatadas, os ornitópteros podem ser utilizados para rastrear novos focos e até monitorar grupos que se escondem na mata.

Sobre o uso militar, o cientista acredita que esses drones podem ser usados principalmente em missões de espionagem. Para isso, ele informa que o projeto precisa passar por modificações e mais pesquisa para que os drones possam passar praticamente desapercebidos e realmente serem similares aos pássaros vivos. “Às vezes você não quer que as pessoas descubram que isso é um drone”, disse Hassanalian.

Assista ao vídeo publicado pela New Scientist com o funcionamento do drone pássaro:

YouTube video

Compartilhe esta notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *