Pular para o conteúdo

O que é DRAM e SRAM? Conheça os tipos de RAM

Compartilhe:

Explicamos o que é RAM anteriormente, porém existem também seus tipos, que são o DRAM (Memória Dinâmica de Acesso Aleatório) e SRAM (Memória Estática de Acesso Aleatório). Você vai entender o que são esses eles agora.

DRAM ou SRAM?

Conteúdo da página

DRAM

Dynamic random access memory (Memória Dinâmica de Acesso Aleatório) é um tipo de RAM que vemos em desktops e notebooks mais modernos. Ela foi inventada em 1968 por Robert Dennard e lançada pela Intel na década de 1970. Sua construção é feita em forma de chips, como pode ver à seguir:

A divisão da DRAM é feita da seguinte forma:

SDRAM – Seu hardware contém pinos que sincronizam com a conexão de dados entre a memória principal e o microprocessador. Ela é utilizada desde a década de 1990.

DDR SDRAM – Ela (Double Data Rate Synchronous Dynamic Random Access Memory / Memória de acesso aleatório dinâmica síncrona de taxa de dados dupla) funciona como a DRAM, porém tem o dobro de frequência de envio de dados.

ECC DRAM – Esse tipo de RAM consegue localizar dados corrompidos e até corrigí-los. Essa possibilidade é devido o código de correção de erros, visto em sua siga ECC (error-correcting code)

DDR2, DDR3 … – A série DDR é uma tecnologia que melhora de geração para geração. Quanto maior o número à frente da sigla, mais moderna ela é. Porém, em casos em que o usuário desejar adicionar mais RAM a algum dispositivo ou trocar o hardware atual, é necessário verificar se a placa mãe suporta a geração desejada.

SRAM

Static Random Access Memory (Memória Estática de Acesso Aleatório) é um tipo de RAM para armazenar dados de forma estática que é mantida enquanto houver energia. Diferentemente da DRAM, ela não necessita ser atualizada e é ainda mais rápida do que DRAM. Por esse motivo, ela costuma ser utilizada diretamente dentro dos processadores para funcionar como cache.

Ao invés de capacitores para segurar energia, ela possui uma chave, que varia entre 1 e 0. Ela necessita de vários transistores para reter 1 bit de dados, enquanto a DRAM necessita de 1. Por isso os chips SRAM são bem maiores e caros do que o equivalente em forma de DRAM.


Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *