Pular para o conteúdo

Chevrolet Cruze sairá de linha e um SUV entrará em seu lugar

Compartilhe esta notícia:

Os dias do Chevrolet Cruze sairá de linha de vez, sendo o Brasil um dos últimos países em que ele ainda é vendido.

Chevrolet Cruze 2023
Cruze Sport6 e Cruze Sedan. Imagem: Chevrolet

O modelo ainda é produzido na Argentina nas versões hatch e sedan médios, porém em novembro ele deixará de ser produzido na fábrica de Santa Fé, após sete anos.

Ele já foi bastante presente em países como o Brasil, porém após o avassalador sucesso dos SUVs, as categorias em que ele pertence, que são as do hatches médios e sedans médios, perderam muito espaço. Para se ter uma ideia, a Chevrolet vendeu apenas 335 unidades do sedan até o momento desse ano, versão mais procurada entre os dois.

A versão sedan tem preço a partir de R$ 148.650, já o hatch, batizado de Sport6, parte de 169.190 e ambas tem motor 1.4 turbo flex com 153 cv de potência e 24,5 kgfm de torque. Com a saída do Cruze de linha, a fábrica de Santa Fé irá focar na produção do Tracker, o qual já produz, além de se preparar para produzir outro SUV um pouco maior, que certamente será o Trax.

Chevrolet Trax 2024
Chevrolet Trax 2024. Imagem: Chevrolet

O Trax foi lançado na China como Seeker e estreou nos Estados Unidos no final do ano passado para entrar no lugar do Chevrolet Tracker, porém seu tamanho é próximo do Jeep Compass.

Seu design segue a nova identidade visual da marca, com linhas fortes e esportivas. Quando as versões, ele tem cinco nos Estados Unidos, sendo a LS, 1RS, LT, 2RS e Activ, todas com motor 1.2 turbo à gasolina, 139 cv de potência, 22,4 kgfm de torque e câmbio automático de 6 marchas e tração dianteira.

Suas vendas iniciaram no começo desse ano e os preços vão de US$ 21.495 (R$ 104.925,54 em conversão direta hoje)até US$ 24.995 (R$ 122.010,42), sendo um SUV de entrada nos EUA. Com o encerramento das vendas do Cruze no Brasil, há grandes chances do Trax ter suas vendas iniciadas por aqui em breve, para concorrer com modelos como o Corolla Cross e Volkswagen Taos.


Compartilhe esta notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *