Pular para o conteúdo

Saiba porque a Toyota não aposta tudo nos veículos elétricos

Compartilhe esta notícia:

Já foi percebido que a Toyota é uma das grandes montadoras que menos demonstram interesse nos veículos totalmente elétricos.

Toyota não aposta tudo nos veículos elétricos
SUV Toyota BZ4x, uma das apostas de elétricos da marca atualmente

A maior gama de veículos que não são exclusivamente com motores à combustão da marca são híbridos, que possuem ao mesmo tempo motores elétricos e à combustão. Relutar quanto o desenvolvimento de veículos com motores elétricos é tarefa difícil. Isso porque a maioria dos governos incentivam a substituição dos motores tradicionais por elétricos pelas fabricantes.

Em casos extremos, já existem planos de proibir a venda de veículos com motores à combustão daqui alguns anos. Exemplo disso é o caso da União Européia, que pretende proibir a venda de veículos com motores à gasolina e diesel a partir de 2035.

Mesmo assim, o presidente da Toyota, Akio Toyoda, informou em um discurso sobre os 60 anos de presença na Tailândia, realizado na quarta-feira passada (14/12), que realmente não pretende apostar tudo nos veículos elétricos.

“Muitas vezes sou criticado na imprensa porque não vou declarar que a indústria automotiva deve se comprometer 100% com o BEV (Batery Electric Vehicle)” , “Acredito que precisamos ser realistas sobre quando a sociedade será capaz de adotar totalmente veículos elétricos a bateria e quando nossa infraestrutura puder suportá-los em escala”, disse Akio Toyoda.

O presidente da Toyota fez uma analogia da atual corrida aos veículos elétricos com outra de anos atrás, onde pelo prometido na época, seria comum os carros autônomos atualmente. Ele disse também que a Toyota não tem “abordagem de tamanho único” e que acredita que soluções alternativas para chegar na neutralidade de carbono existem.

A Toyota realmente apresentou algumas soluções para atender as metas sobre neutralidade de carbono. Entre elas estão células de combustível de hidrogênio e combustíveis sintéticos neutros em carbono.

Sobre o hidrogênio, Akio Toyoda disse que ele é tão promissor quanto o desenvolvimento de veículos elétricos no combate da emissão de carbono. Toyoda informou que recentemente dirigiu um Toyota Yaris movido a hidrogênio e o desempenho o impressionou.

Combater a emissão de carbono em todo o processo produtivo

Akio Toyoda disse que a redução na emissão de carbono deve ser feita em todo o processo produtivo e não apenas quanto aos motores de veículos. Ele afirma que a produção de materiais, veículos, e a forma como os carros são descartados devem ser mais levados em consideração.

“Devemos lembrar que o carbono é o verdadeiro inimigo, não um trem de força específico, e que não podemos alcançar a neutralidade do carbono por conta própria”, “Deve ser um esforço de grupo e incluir outras indústrias além da automotiva.”, disse Toyoda.

Mesmo com essa filosofia de seu presidente, está previsto que a Toyota lance várias linhas de veículos elétricos no futuro próximo, que irão abastecer a própria marca principal, além da sua marca de luxo, a Lexus.


Compartilhe esta notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *