Pular para o conteúdo

Morre cantor e compositor Erasmo Carlos, o Tremendão

Compartilhe esta notícia:

Morre Erasmo Carlos aos 81 anos, um dos cantores mais importantes para a história da música no Brasil. Ele estava internado na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

Erasmo Carlos morreu

Sua morte foi confirmada hoje, 22 de novembro, no hospital Barra D’or, onde foi internado às pressas ontem de manhã, chegando a ser entubado. Ele já tinha ficado internado anteriormente por 9 dias por conta de um edema e recebeu alta no começo desse mês.

Fernanda Passos, sua esposa, estava a seu lado nos últimos momentos e a causa da morte não foi divulgada. O Tremendão, como era conhecido no mundo da música, tinha 81 anos e vinha em tratamento de síndrome edemigênica há meses. Essa síndrome aparece quando existe um desequilíbrio bioquímico que dificulta a manutenção dos líquidos venosos. As maiores causas desse quadro são problemas cardíacos, nos próprios vasos sanguíneos ou por problemas renais.

A gravadora Som Livre lamentou a morte de Erasmo e afirmou que ele é um herói imortal da MPB. Ela completa dizendo que as passagens do cantor por lá sempre serão motivo de orgulho para todas as pessoas que conviveram com ele e seu brilhantismo.

Um ícone do rock nacional

O apelido Tremendão surgiu na época da Jovem Guarda, mesma época que surgiu ícones brasileiros como Roberto Carlos e Wanderléa. Erasmo Carlos deixa Fernanda, com quem se casou em 2019, além de dois filhos, Gil e Leornardo, frutos de seu primeiro casamento com Sandra Sayonara, conhecida como Narinha e que faleceu em 1995.

No começo desse mês sua morte foi erroneamente anunciada pela Folha de São Paulo, resultando em uma brincadeira de Erasmo Carlos em foto postada no Instagram ao lado da esposa, “Bem simbólico… Depois de me matarem no dia 30, ressuscitei no Dia de Finados e tive alta do hospital! Obrigado a Deus, a todos que cuidaram de mim, rezaram por mim e torceram pela minha recuperação… Essa foto com a Fernanda traduz como estamos felizes”, escreveu o cantor.

Erasmo Carlos e Roberto Carlos foram durante muitos anos uma dupla inseparável na música. Desse junção vieram os maiores sucessos dele, como Detalhes, Se você Pensa, É Proibido Fumar e sua famosa interpretação de O Calhambeque, composta e também interpretada por Roberto Carlos.

Fica o Adeus para um dos principais responsáveis pelo sucesso do rock no Brasil.


Compartilhe esta notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *