Pular para o conteúdo

Rover Zhurong da China descobre sinais de água em Marte

Compartilhe esta notícia:

O rover Zhurong, da China, descobriu sinais da ação da água em Marte. A água influenciou em grande parte da superfície do Planeta Vermelho, inclusive na formação de dunas de areia, segundo os cientistas.

Marte - megapixl
Marte. Imagem: Megapixl

O mistério sobre a água em Marte é antigo e até hoje não sabemos se ela existiu ou existe por lá. Porém essa informação trazida pelo rover Zhurong mostra que pelo menos no passado, ela foi abundante e influenciou na geologia do planeta.

vestígio água em Marte
Crateras de impacto com características da presença de água registradas por Zhurong via Câmera de Navegação e Terreno. Imagem: Administração Espacial Nacional da China (AENC)

Um dos fatores que mais contém dúvidas sobre a possibilidade da humanidade viver em Marte giram em torno da água, como por exemplo a quantidade que existia ou existe; se sumiu, qual o motivo e seu estado prevalente.

Em busca dessas respostas, o rover Zhurong utilizou seus instrumentos de análise ótica e química para observar fissuras nas rochas e solo em geral das dunas contidas na região Utopia Planitia. Por suas características, essas fissuras foram criadas conforme a água congelava e derretia nesse ambiente.

Também foi encontrada uma superfícia abundante em sulfatos hidratados, sílicas hidratadas, óxidos ferrosos e cloreto. Com isso os cientistas acreditam que as dunas de Utopia Planitia seria tomada por água entre 1,4 milhão e 400 mil de anos atrás.

Para onde foi a água de Marte?

A teoria mais aceita atualmente entre os cientistas é que Marte teve grande parte de sua superfície tomada por água, porém a perda de seu campo magnético fez com que os ventos solares a espalhasse pelo Sistema Solar.

Pelos estudos sobre o Planeta Vermelho existentes, essa perda do campo magnético aconteceu cerca de 4 bilhões de anos atrás, quando o Sistema Solar ainda era considerado jovem (ele tem 4,5 bilhões de anos). A perda da água pode ter durado bilhões de anos ou até mesmo, não ter sido concluída até hoje.

O Zhurong chegou ao planeta em 2021 e é o primeiro rover enviado pela China ao planeta. Ele tem instrumentos de análise ótica e química, Câmera de Navegação e Terreno, Câmera Multiespectral e Detector de Composição da Superfície Marciana. Os resultados da pesquisa foram mostrados pela Science Advances.

Após ter um bom resultado durante período em atividade, o rover chines atualmente apresenta dificuldade em retornar da hibernação de 9 meses, e os cientistas não sabem ao certo se isso será possível.

Rover Zhurong em Marte
Selfie tirado pelo rover Zhurong em 2021 via sua câmera destacável Tianwen-1. Imagem: AENC

Compartilhe esta notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *