Pular para o conteúdo

Padrinho da IA deixa Google por preocupação ética

Compartilhe esta notícia:

Um dos maiores especialistas em inteligência artificial deixa o Google. Apelidado de “padrinho da IA”, Geoffrey Hinton disse ao The New York Times que deixou o cargo de vice-presidente do Google e de engenheiro em abril porque está preocupado com o avanço da inteligência artificial.

Mark Blinch especialista em IA - Reuters
Mark Blinch. Imagem: Reuters

Ele afirma que o Google deixou de lado suas restrições sobre o uso da IA para competir com o ChatGPT, chatbot do Bing e similares, o que pode resultar em vários problemas éticos. O especialista acredita que a inteligência artificial generativa pode trazer uma era de desinformação.

Hinton diz que o avanço da IA pode fazer o usuário “não ser mais capaz de saber o que é verdade”. Além disso, ele diz estar preocupado que essa tecnologia elimine alguns empregos, que possibilita a criação de armas autônomas e que as máquinas aprendam comportamentos perigosos. Muitas dessas possibilidades são suposições, porém o especialista diz que sem fiscalização e regulamentações, elas são iminentes.

Segundo Hinton, sua vontade de abandonar as pesquisas de IA apareceu ano passado, quando a corrida iniciada entre a OpenAI e Google começou a desenvolver sistemas que muitos acreditam ser superiores à inteligência humana. Ele ainda diz que nos últimos cinco anos a inteligência artificial avançou de forma espantosa, e ele se diz assustado com o pode vir nos próximos cinco anos.


Compartilhe esta notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *