Pular para o conteúdo

Promissor projetor Humane com IA irá substituir smartphones?

Compartilhe:

A Humane é uma startup de tecnologia encabeçada por Imran Chaudhri e Bethany Bongiorno, ex-funcionários da Apple, e apresentou seu projetor com IA em palestra do TED Talks, que aconteceu de 17 até 21 de abril.

Projetor IA da Humane em ligação
Ligação na palma da mão com projetor implementado com inteligência artificial da startup Humane. Imagem: Perfil no Twitter de Zarif

Esse projetor IA da Humane é um wearable que reúne várias funções populares nos smartphones, como atender e realizar chamadas, ler mensagens de texto e mais.

Uma imagem do aparelho em ação foi tweetada pelo jornalista Zarif Ali, onde foi mostrada uma chamada telefônica projetada na mão de Chaudhri, com as opções de atender ou recusar. Além disso, o aparelho tem microfone, câmeras, sensores e alto-falantes próprios.

Esse projetor inteligente da Humane é apresentado em meio a rápida evolução da inteligência artificial, e reforça como esse avanço é capaz de criar soluções para diversas situações do dia a dia.

“O que fazemos com todos esses incríveis desenvolvimentos? E como podemos realmente aproveitá-los para genuinamente tornar nossa vida melhor?” , “Se acertarmos, a IA abrirá um mundo de possibilidades. Hoje, quero compartilhar com você o que pensamos ser uma solução para esse fim. E é a primeira vez que o fazemos abertamente. É um novo tipo de dispositivo vestível, uma plataforma construída inteiramente do zero para inteligência artificial. E é completamente autônomo. Você não precisa de um smartphone ou qualquer outro dispositivo para parear com ele.”, disse Chaudhri na TED Talks.

Ele completa dizendo que “Ele interage com o mundo da mesma forma que você interage com o mundo, ouvindo o que você ouve, vendo o que você vê, sendo a privacidade em primeiro lugar e segura, e desaparecendo completamente no pano de fundo de sua vida”.

O projetor com IA da Humane poderá substituir smartphones?

Como foi mostrado na palestra, o projetor com IA da Humane possibilita atender ou recusar chamadas na palma da mão, sem necessidade de ter um smartphone.

Ele também é capaz de realizar traduções sem necessidade de outros aparelhos, onde a própria voz do usuário é utilizada na tradução. Exemplo desse recurso foi mostrada por Ray Wong, editor do Inverse, onde Chaudhri solicitou que o dispositivo traduzisse um trecho que ele disse em inglês para francês, que você pode assistir abaixo.

O aparelho também é capaz de identificar itens recebidos pelo e-mail do usuário, e é capaz de por exemplo resumir os conteúdos recebidos, como fotos, assuntos dos e-mails e etc. Durante a TED, Chaudhri também demonstrou outras capacidades do aparelho, como identificar alimentos e sugerir o que fazer com eles com base na informações do usuário.

Ele pegou uma barra de chocolate e segurou em frente ao aparelho e perguntou se poderia comê-lo. O projetor respondeu que “Uma barra com leite contém manteiga de cacau. Dada a sua intolerância, você pode querer evitá-la.”.

Sobre a resposta, Chaudhri disse que “O legal é que minha IA sabe o que é melhor para mim, mas estou no controle total”. Ele tocou novamente no projetor e disse: “Vou comê-lo de qualquer maneira.” O aparelho então respondeu: “Aproveite.”.

Esse trecho foi tweetado pelo usuário Michael Mofina, como pode ver abaixo.

Como podemos ver, esse projetor inteligente da Humane utiliza os recursos da IA de forma avançada e certamente poderá substituir o smartphone para muitas funções do cotidiano, como atender ou recusar chamadas, pedir informações sobre destinos, verificar notificações, traduzir textos, solucionar equações matemáticas e mais uma infinidade de coisas.

Ele ainda está em desenvolvimento e certamente terá suas funções aprimoradas conforme feedback dos especialistas e usuários que assistiram à TED. Esse projetor de IA fica fixado na altura do peito, conforme foi mostrado na palestra, sendo esse mais um fator que gera dúvida sobre a aceitação.

Não é comum até então utilizar aparelhos nesse local do corpo, por isso o tempo irá demonstrar se os usuários aceitarão bem essa forma de utilização. De toda forma, pelo o que foi apresentado, o aparelho tem funções avançadas e úteis.

“Gostamos de dizer que a experiência é sem tela, contínua e sensível, permitindo que você acesse o poder da computação enquanto permanece presente em seu entorno, fixando um equilíbrio que parecia deslocado há algum tempo”, disse Chaudhri.

Projetor com IA da Humane
Projetor com IA fixado no peito de Chaudhri durante apresentação. Imagem: Perfil no Twitter de Ray Wong.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *