Pular para o conteúdo

Call of Duty irá sair do Playstation?

Compartilhe esta notícia:

Call of Duty pode sair do Playstation

Call of Duty, ficará no PlayStation por mais tempo do que o combinado caso a compra da produtora Actvision pela Microsoft seja efetivada .

Phil Spencer, CEO da Microsoft Gaming e também do Xbox, emitiu uma carta ao Jim Ryan, que é chefe do Playstation, se comprometendo em manter a parceria por mais tempo.

Isso é importante, pois a Microsoft está em processo de compra da Actvision, que é produtora do jogo Call of Duty. O acordo de 68,7 bilhões de dólares foi fechado em janeiro desse ano e está em fase de aprovação dos orgãos reguladores.

Ao site de notícias The Verge, Phil Spencer declarou: “Em janeiro, fornecemos um acordo assinado com a Sony para garantir Call of Duty no PlayStation, com paridade de recursos e conteúdo, por pelo menos mais alguns anos além do contrato atual da Sony, uma oferta que vai muito além dos acordos típicos da indústria de jogos”.

Não deu pra saber por quantos anos a empresa manterá o jogo em seu principal concorrente, porém na época em que a negociação estava sendo finalizada, em janeiro de 2022, a Microsoft confirmou que estava combinado de lançar os jogos da franquia Call of Duty por mais 2 anos no Playstation. Já em fevereiro, ressaltou que iria manter o jogo no concorrente além do contrato.

Manter o Call of Duty multiplataforma é uma forma de facilitar a aprovação da compra da Actvision Blizzard pelos orgãos reguladores. Isso porque o clamor dos fãs da franquia, que discutem frequentemente o futuro do jogo em fórums especializados, influencia em como os órgãos reguladores avaliam a compra. Aliado a isso, advogados tanto da Sony, quanto da Microsoft, analisam a importância do jogo em documentos enviados ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), e muitos pontos de vista diferentes já foram apresentados.

O fato é que caso a Microsoft não deixe o Call of Duty disponível além do contrato nas plataformas rivais, ela precisa atrair muitos jogadores do meio Xbox e PC para compensar a grande perda financeira oriunda da não venda do jogo aos usuários das demais plataformas.


Compartilhe esta notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *