Pular para o conteúdo

Twitter: jornadas de trabalho longas ou pede pra sair

Compartilhe esta notícia:

Os funcionários do Twitter precisarão estar de acordo em manter jornadas de trabalhos longas e intensas se quiserem continuar a trabalhar na rede social.

logo escritório Twitter

Essa nova filosofia, conhecida pelos funcionários como Twitter 2.0, foi informada por e-mail em massa para a equipe. Na mensagem, é solicitado aos funcionários que assinem um formulário online até as 19:00 horas de quinta, dia 17, horário de Brasília, onde se comprometem a realizar longas e intensas jornadas de trabalho, onde Elon Musk pede empenho hardcore. Quem não concordar, terá que se desligar da empresa e receber 3 meses de indenização.

Detalhes sobre essa solicitação de Musk foram divulgadas por Gergely Orosz, que é ex-engenheiro da Uber. “Elon Musk acabou de enviar um e-mail para todos os funcionários descrevendo “Twitter 2.0”, escrevendo que “precisará ser extremamente hardcore”. Longas horas, alta intensidade. As pessoas precisam clicar em “sim” para confirmar que fazem parte disso até as 17h ET de amanhã, caso contrário, receberão 3 meses de indenização.”

As mudanças substanciais estão sendo rápidas com a gestão do Twitter por Elon Musk. Elas vem após passada apenas uma semana da primeira reunião com a equipe da rede social e duas semanas da demissão em massa, que removeu cerca de 50% de seus funcionários.

Como argumento para as jornadas intensas, Elon Musk indicou exemplos de outras de suas empresas na primeira reunião aos funcionários do Twitter restantes após a demissão em massa. “O que funciona na SpaceX e na Tesla é que as pessoas estão no escritório e são hardcore”.

Nos primeiros dias de que a compra do Twitter foi aprovada, Elon Musk cobrou foco total aos funcionários para implementação da nova versão do Twitter Blue com o selo de verficado pago. Ele deu um prazo, que caso não fosse cumprido, geraria demissão dos responsáveis.

As jornadas hardcore do momento são para a implementação de mais uma atualização do Twitter Blue, que visa reestabelecer a rede social entre os anunciantes, pois muitos deles deixaram de anunciar com a nova gestão principalmente por conta desse serviço. Segundo análises de gestão do Twitter, isso aconteceu principalmente pela implementação de contas verificadas via pagamento e não mais apenas pela relevância de seus responsáveis. A missão agora é reconquistar a confiança dos anunciantes e mesmo assim manter o Twitter Blue com selo verificado pago, tudo isso via novos códigos e ferramentas.

Está programado que a nova versão do Twitter Blue seja lançada dia 29 de novembro de 2022, ou seja, um prazo bem curto. Além desse prazo, a enorme redução dos funcionários torna as jornadas extensas ainda mais necessárias no momento.


Compartilhe esta notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *