Pular para o conteúdo

Sam Bankman-Fried, fundador da FTX é preso nas Bahamas

Compartilhe esta notícia:

Sam Bankman-Fried, fundador e ex-CEO da FTX, corretora falida de criptomoedas, foi preso nas Bahamas ontem, dia 12 de dezembro. A prisão foi anunciada pelo procurador-geral do país, Ryan Pinder.

Sam Bank-man Fried da FTX é preso
Sam Bankman-Fried – fundador e ex-CEO da FTX

Logo que a falência da FTX foi anunciada, em novembro, o até então jovem bilionário em ascensão, Sam Bankman-Fried se mudou para Bahamas, onde ele já possuía propriedades e que serviu como alicerce para suas operações. A prisão aconteceu após os Estados Unidos informarem sobre as acusações criminais sobre Bankman-Fried às Bahamas e que pediria a extradição dele.

Sam Bankman-Fried é apontado de utilizar os depósitos dos clientes na FTX para sustentar seu outro negócio, a Alameda Research, além de fazer investimentos em corretoras de terceiros sem um contrato específico. Essas operações inseguras fazem parte dos principais motivos apontados para a falência da corretora FTX.

Bankman-Fried iria testemunhar essa semana em audiências do Congresso dos Estados Unidos sobre os processos da FTX, porém com a atual prisão, não poderá testemunhar.

Sobre o ocorrido, a deputada Maxine Waters, que é presidente do Comitê de Serviços Financeiros da Câmara dos EUA, disse que “Embora esteja desapontada por não podermos ouvir o Sr. Bankman-Fried amanhã, continuamos comprometidos em chegar ao fundo do que aconteceu, e o Comitê espera iniciar nossa investigação ouvindo o Sr. John Ray III amanhã.”, em comunicado.

Bankman-Fried parecia tranquilo horas antes da prisão

Um fato curioso sobre a prisão, é que Bankman-Fried parecia estar bem tranquilo quanto a turbulência envolvendo seu nome e a corretora Exchange. Nos últimos dias, ele deu diversas entrevistas a meios de comunicação conhecidos, sempre alegando ser inocente.

Ontem, pouco antes da prisão, ele fez uma longa entrevista ao vivo com repórteres da Forbes e também uma conversa online no Twitter Spaces, com o Unusual Whales. Ele estava bem relaxado nas duas ocasiões que antecederam sua prisão, e em certo momento afirmou “Não acho que serei preso”.


Compartilhe esta notícia:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *